Casando em BH
Destination Wedding Classinoivas Por onde começar
Casamento-Renata-Bruno (35) Casamento apaixonado – Renata e Bruno

Que delícia postar esse casamento!!!! Mas deixa eu contextualizar vocês. No fim de 2014 saiu aqui no blog um post que... Leia mais

personal organizer Personal Organizer – mudou minha vida (ou meu closet)

Amores, vocês sabem que eu me mudei de casa outro dia mesmo (tá, foi em Outubro, mas as coisas ainda... Leia mais

tsuru casamento Os tsurus no casamento

Ele nasceu lá no Japão mas está cada vez mais presente aqui nas terras latinas. Para quem não conhece: o... Leia mais

Casamento-cerimonia-nao-religiosa-Juliana-Marcello (34) Casamento ao ar livre – Juliana e Marcello

Eles se conheceram no carnaval! Isso aí, amor de carnaval sobre serra sim! Não é regra, mas pode acontecer com... Leia mais

Promocao-Val-Wander Promoção de fotografia de casamento com Val + Wander

Eu sei que vocês amam Val +  Wander e eu partilho da mesma opinião. Eles são incríveis, mesmo. E são parceiros... Leia mais

casamento domingo Como é se casar no domingo?

Você já pensou em se casar num domingo? Sabe quais são os prós e contras de escolher o domingo como... Leia mais

Casamento apaixonado – Renata e Bruno

Que delícia postar esse casamento!!!!

Mas deixa eu contextualizar vocês. No fim de 2014 saiu aqui no blog um post que fez um super sucesso: as alianças da Renata. (Clica lá pra rever, foi emocionante. ). Nele o noivo mostra como fez – sim, ele fez – as alianças de surpresa para a Renata.

Mas além disso, a Renata é uma querida pra mim. Conversamos algumas vezes por e-mail e nos encontramos duas vezes. A primeira na casa de uma amiga em comum (ela nem estava noiva ainda, então mal nos falamos nesse dia) e na segunda vez… rsrs. Foi engraçado. Eu estava em um shopping aqui perto de casa com Clarinha. Ela que é super quietinha ( #sqn) saiu andando e entrou numa loja. Logo depois ela sai de lá e a Renata atrás. E veio até mim dizendo que viu a Clara entrando na loja e a reconheceu do snap (me segue lá: casandocomamor). Morri de rir, né? Clarinha sucesso sendo reconhecida na rua.

Nesse dia pude conhecer o noivo (ops, marido) romântico, Bruno e pedir para eles me mandarem as fotos desse casamento lindo.

Agora já falei demais, vem ver o casamento desse casal apaixonado (reparem nos olhares deles, vontade de morder, gente!). E o relato da Renata, é daqueles “tem que ler”. Ela fala lindamente sobre amizade, sobre superação, perdas, traição, frustração e sobre como é possível dar a volta por cima e ser a pessoa mais feliz desse mundo realizando sonhos.

Obs: adivinha onde eles se conheceram? No carnaval! Sim, já disse isso essa semana e vou repetir: é possível encontrar um amor no carnaval ;)

Frufru

“Não teria como eu começar meu depoimento de outra forma, senão dizendo da honra de ter meu casamento publicado no Casando em BH. Eu acompanho o site há muitos anos, bem antes de conhecer o Bruno, mesmo quando pensava que nunca iria me casar. Eu continuava desejando e achava que pelo menos nos meus sonhos, eu poderia viver esse momento!

Por isso, acredito que minha história será mais sobre superação, fé e esperança do que sobre os preparativos do casamento, rs. Eu sempre fui romântica, desde muito novinha, e sempre acreditei no casamento. Cresci vendo meus pais viverem uma relação linda e feliz por 35 anos, até meu pai vir a falecer. Desde menininha eu queria isso pra mim: o meu “felizes para sempre” com um grande amor, construir uma família, sendo feliz e vivendo em paz por toda a vida.

Morei junto com uma pessoa e acreditava que ele era meu grande amor. Estávamos juntos por mais de quatro anos e já planejávamos filhos, mas ele não queria formalizar o casamento, achava que não precisava, não tinha uma boa visão sobre casamento devido a sua história. Por estar apaixonada, abri mão do meu sonho por causa dele. De repente, meu pai faleceu. Cinco meses depois, ele me traiu e me deixou. Foi um choque! Nem preciso dizer como fiquei…

Dois sofrimentos assim, um atrás do outro? Emagreci demais, pois não conseguia comer nem dormir. Era a primeira vez na minha vida que eu estava solteira, aos 30 anos, e claro que achava que nunca mais seria feliz no amor. Desisti daquele sonho de conto de fadas, da “menininha” que queria um príncipe e concluí que era tudo ilusão de criança.

Depois de algum tempo, percebi que, se eu não tentasse me reerguer, era somente eu quem ficaria cada vez pior. Foquei todas minhas energias no trabalho, na minha família e nas minhas amizades. Descobri o lado bom de estar solteira (rs), fiz novas amizades e resgatei as antigas e, enfim, aprendi a estar em paz comigo.

Um ano depois, no carnaval de 2013, os bloquinhos estavam começando a “bombar” em BH. Só que eu nunca fui de farra no carnaval e queria apenas descansar, então fui para a casa da minha mãe em Sete Lagoas e por lá fiquei. As amigas chamando para os bloquinhos e eu só negando. De repente, do nada, na terça-feira de carnaval me deu um estalo, acordei dizendo à minha mãe que iria voltar a BH e ir a um bloquinho na praça Floriano Peixoto com duas amigas.

Andando no meio da multidão, já meio arrependida de ter ido, vi um gatinho… Era o Bruno! Trocamos olhares, e comentei com as meninas. Ele continuou me seguindo com o olhar, até que o chamei (corajosa! era carnaval né, rsrs) e ele veio com um amigo para falar comigo. Conversamos, apenas, e depois de muito papo dei meu telefone, achando que ele não ia ligar. Pois ele ligou no dia seguinte e combinamos de sair pra jantar na sexta.

Descobri que aquela terça também tinha sido o único dia que ele tinha ido nos bloquinhos e que ele também nunca foi de farra, mas os amigos insistiram que ele fosse pois ele tinha acabado de perder um primo e estava muito mal. Muita coincidência… Fomos nos conhecendo e nos apaixonando. Ele tinha tudo que eu pedia a Deus desde criancinha! Combinamos em tudo, o jeito de pensar, de agir, os planos de vida, a química, o jeito que fomos criados, as crenças… Tudo perfeito, impressionante. Começamos a namorar e em dezembro ele me pediu em casamento. Ele disse que fazia questão de pedir minha mão à minha mãe, meu irmão e meu avô, que representariam meu pai.

Tivemos três casamentos, rsrs! Em maio de 2014 nos casamos no civil, na mesma data que meus pais se casaram. Em agosto de 2014 fizemos uma cerimônia na igreja São Pedro em Sete Lagoas, minha cidade natal. O cerimonial foi o Elitte e a decoração do Cantinho Verde (ambos de Sete Lagoas).

Montamos um gazebo na pracinha em frente à igreja, onde recebemos os cumprimentos e distribuímos brownies, feitos pela Anna Loureiro (BH). Meu vestido foi da White Dress, a maquiagem da Luara Paixão e o cabelo da Elisa Helena, ambas do Salão Eliani Paixão. O buquê de marshmallow das daminhas eu mesma fiz.

No fim do mês fizemos um mini-wedding para 85 pessoas na Casa Nonsense, que encontrei no Casando em BH! Foi uma recepção maravilhosa, as meninas da Casa Nonsense são tão carinhosas e atenciosas que conseguiram captar direitinho nosso estilo. Elas cuidaram de tudo, a Casa Nonsense fornece decoração, DJ, buffet, tudinho, o que adorei, pois pra mim foi muito mais prático assim. Fiquei imensamente satisfeita e feliz!

A fotógrafa foi minha bff Camila Magalhães e a filmagem foi da Icom Produções. As alianças foram feitas pelo próprio Bruno (tivemos até um post surpresa fantástico aqui!), pois o pai dele é ourives e o Bruno aprendeu com ele o ofício. Inclusive, foi meu sogro que fez minha tiara e meus brincos!!!

Preciso falar em especial sobre a Camila Magalhães. A gente se conheceu em 2008 pois cantamos juntas na Banda Trilha, e nos tornamos grandes amigas. Acompanhamos a vida amorosa e profissional uma da outra, e ela sempre soube do meu sonho de ter um casamento com a minha cara. E ela foi mais que uma amiga: além de ter sido minha fotógrafa, claro, ela foi minha conselheira oficial, me acompanhando e dando ideias sobre absolutamente tudo. Desde qual flor não escolher pro bouquet por causa do cheiro que poderia me enjoar até devolver meu véu na White Dress porque eu já estaria na lua-de-mel. Ela me acompanhou em todas as reuniões na Casa Nonsense e foi comigo experimentar todos os vestidos de noiva. Foi ela quem calçou meu sapato, fechou o zíper do vestido e colocou o véu em mim no dia da cerimôniaNa recepção, fez votos que fizeram todos se emocionarem, mas não mais que eu e ela. Pra melhorar tudo, nossos maridos são amigos e estamos sempre juntos. Eu sinceramente não teria conseguido pensar em tanta coisa sem ela ao meu lado! Minha Mila, minha miga, te quero pra sempre na minha vida, e não canso de dizer: obrigada! Que Deus te dê em dobro tudo que me proporcionou!

Enfim, espero que minha história sirva de exemplo e inspiração, pois sou prova de que, mesmo em uma tempestade, não podemos perder a fé. Deus sabe de todas as coisas e sabe o que é melhor pra nós! Hoje eu entendo o porquê de tudo que aconteceu comigo: eu estava sendo preparada para o amor do Bruno!

Renata”

Casamento-Renata-Bruno (1) Casamento-Renata-Bruno (2) Casamento-Renata-Bruno (3) Casamento-Renata-Bruno (4) Casamento-Renata-Bruno (5) Casamento-Renata-Bruno (6) Casamento-Renata-Bruno (7)

Casamento-Renata-Bruno (8)

Casamento-Renata-Bruno (9) Casamento-Renata-Bruno (10)

Casamento-Renata-Bruno (11)

Casamento-Renata-Bruno (12) Casamento-Renata-Bruno (13) Casamento-Renata-Bruno (14) Casamento-Renata-Bruno (15) Casamento-Renata-Bruno (17) Casamento-Renata-Bruno (18) Casamento-Renata-Bruno (19) Casamento-Renata-Bruno (20) Casamento-Renata-Bruno (21) Casamento-Renata-Bruno (22) Casamento-Renata-Bruno (23) Casamento-Renata-Bruno (24) Casamento-Renata-Bruno (25) Casamento-Renata-Bruno (26) Casamento-Renata-Bruno (27) Casamento-Renata-Bruno (28) Casamento-Renata-Bruno (29) Casamento-Renata-Bruno (30) Casamento-Renata-Bruno (31) Casamento-Renata-Bruno (32) Casamento-Renata-Bruno (33) Casamento-Renata-Bruno (34) Casamento-Renata-Bruno (35) Casamento-Renata-Bruno (36) Casamento-Renata-Bruno (37) Casamento-Renata-Bruno (38) Casamento-Renata-Bruno (39) Casamento-Renata-Bruno (40) Casamento-Renata-Bruno (41) Casamento-Renata-Bruno (42) Casamento-Renata-Bruno (43) Casamento-Renata-Bruno (44) Casamento-Renata-Bruno (45) Casamento-Renata-Bruno (46) Casamento-Renata-Bruno (47) Casamento-Renata-Bruno (48) Casamento-Renata-Bruno (49) Casamento-Renata-Bruno (50) Casamento-Renata-Bruno (51) Casamento-Renata-Bruno (52) Casamento-Renata-Bruno (53) Casamento-Renata-Bruno (54) Casamento-Renata-Bruno (55) Casamento-Renata-Bruno (56) Casamento-Renata-Bruno (57) Casamento-Renata-Bruno (58) Casamento-Renata-Bruno (59) Casamento-Renata-Bruno (60) Casamento-Renata-Bruno (61) Casamento-Renata-Bruno (62) Casamento-Renata-Bruno (63) Casamento-Renata-Bruno (64) Casamento-Renata-Bruno (65) Casamento-Renata-Bruno (66) Casamento-Renata-Bruno (67)

 

Frufru

Créditos:

Vestido da noiva: White Dress / Make e hair: Salão Eliani Paixão / Tiara e brincos: Reinaldo Ribeiro / Terno do noivo: Klus / Cerimonial da cerimônia: Elitte Cerimonial / Decoração da igreja e bouquet: Cantinho Verde / Música Cerimônia: Mariana Nunes e Geraldo Magela Pontes & Trio / Recepção: A Casa Nonsense / Bolo: Anna Loureiro Gastronomia / Fotografia: Camila Magalhães / Filmagem: Icom Produções / Decoração da recepção e buffet: A Casa Nonsense / Música da recepção: DJ Ricardo Kriok /

Personal Organizer – mudou minha vida (ou meu closet)

Amores, vocês sabem que eu me mudei de casa outro dia mesmo (tá, foi em Outubro, mas as coisas ainda estão tão desorganizadas que eu tenha a sensação de que foi outro dia).

Pois bem, e eu comentei no snap (casandocomamor) que eu estava meio desesperada com tanta bagunça. E foi aí que a Cristina (Mudares Organiza) apareceu na minha vida feito um anjo!Ela veio aqui em casa e organizou meu closet.

Eu estou com muita, mas muita vergonha mesmo de mostrar para você como é que ele estava antes mas… como acho que pode ser útil para vocês, vou vencer esse desafio.

A Mudares Organiza faz todo tipo de organização mas o que eu achei mais legal é que elas são especialistas em mudanças. Tirar as coisas da caixa – da não, das, porque são milhares de caixas numa mudança, né? – e colocar tudo no lugar. Maravilhoso, né?

Porque gente… mudança dá trabalho demais… Eu até hoje ando envolvida com caixas…

Então, quando forem se mudar para a casa nova de vocês, recomendo que procurem a Mudares Organiza, eu adorei!!

personal organizer

Minha sapateira

personal organizer personal organizer

personal organizer

Olha o estado que a gaveta estava!!!!

personal organizer

Gaveta de lingeries – tava bom não, né? rsrsrs

personal organizer

Gaveta de biquinis e saidas de praia

personal organizer

personal organizer

Gaveta de meias. Jura que eu tô mostrando isso aqui? #vergonha

personal organizer

Minhas calças ficavam numa gaveta. Agora estão penduradas ;)

 

É isso, amores. Tô morrendo de vergonha de ter mostrado para vocês a minha bagunça, mas espero que sirva para ajudar vocês ;)

E eu sigo com meu closet arrumadinho ( e tô mantendo, viu?).