Jornal O Tempo: Casamento no ano da Copa

Em Outubro desse ano participamos de uma reportagem para o jornal “O Tempo”. Falamos sobre um assunto de interesse dos casais que pretendem se casar em 2014. Decidimos então transcrever a reportagem para você lerem aqui também!!

Frufru

Noivos correm para se casar em ano de Copa do Mundo

Como 2014 será “menor”, meses tradicionais, como maio e setembro, estão sobrecarregados

Publicado no Jornal OTEMPO em 07/10/2012

JOHNATAN CASTRO

 

Ainda falta quase um ano e meio para o casamento da bancária Letícia Melo de Oliveira, 26, e os detalhes da cerimônia já lhe provocam uma ansiedade digna do grande dia. Ela se casará em maio de 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, mas começou a sofrer com os reflexos que o evento esportivo tem provocado no mercado de cerimoniais. 

Em função do Mundial, muitos casais estão antecipando a preparação das cerimônias, lotando as agendas de salões de festas e dos celebrantes. Os noivos estão evitando junho e julho, quando os jogos serão realizados, e, com isso, os meses de maio e setembro, tradicionais para casamentos, já começam a ficar sobrecarregados no que diz respeito a contratação dos serviços cerimoniais. 

“O evento (a Copa do Mundo) gera essa ansiedade. Todo mundo está correndo e não está conseguindo nada”, afirma a psicóloga Myriam Kalvan, que junto com a sócia Maria Isabel Ornelas comanda o site Casando em BH.

Para Letícia, o primeiro problema que surgiu foi justamente a falta de espaço na agenda do celebrante que o casal desejava. “Agora, estou procurando outro o mais rápido possível”, diz. Por sorte, ela conseguiu umas das últimas datas disponíveis no lugar que desejava para a sua união. 

Serviços. O gargalo enfrentado pela noiva é confirmado por empresas e profissionais. A analista de negócios e marketing do Minas Tênis Clube, Glória Santiago, conta que alguns dos salões do clube já estão com as agendas cheias para o ano da Copa. “Estamos com muitas contratações”, ressalta.

Já o celebrante Celito Meier, que é diácono da Igreja Católica e realiza cerimônias religiosas há 15 anos, diz que a procura para o primeiro semestre de 2014 tem sido grande. “Tenho, inclusive, que ligar para uma noiva. Saiu a data do jogo do Brasil e será no dia do casamento dela. Vou ver se ela quer mudar o horário”, conta. Ele costuma ter eventos marcados para todos os fins de semana do ano. Em setembro, Meier afirma que a procura chega a ser 30% maior. 

A proprietária do Celebritá Cerimonial, Erika Brum, ressalta que poucos profissionais estarão disponíveis 

casamento copa

em 2014. Os preços, segundo ela, também tendem a ser mais altos, principalmente de fotógrafos e de celebrantes. “Acho que isso vai interferir em muitos casamentos. Muita gente que quer se casar em 2014 ainda deve passar para 2013 ou 2015”, analisa, ressaltando que a melhor opção é mesmo planejar o matrimônio com antecedência. 

Para Myriam Kalvan, tem aumentado o número de noivas que estão preparando o casamento com dois anos de antecedência. Em algumas situações, o prazo é ainda maior. “Existem até casos de mulheres que marcam a data do casamento sem ainda estarem noivas”, afirma.

 

Mercado se prepara para demanda

A engenheira Fabiana Portugal, 30, já começou a preparar seu casamento, que será em 2014, e também já enfrentou problemas. Ela foi obrigada a mudar o dia e o mês da cerimônia por não encontrar datas disponíveis no local onde queria se casar. 

“Isso é uma coisa que deixa a gente maluca, porque é um investimento alto. Estou me antecipando porque fico com medo de dar alguma coisa errada”, 

A proprietária do Estilo Cerimonial, Silvana Cardoso, afirma que é importante acertar os detalhes com pelo menos um ano de antecedência. A dificuldade em conseguir datas nos salões mais tradicionais, ela ressalta, também tem feito casais repensarem os locais dos casamentos. “O custo final dos lugares mais procurados vai ficar mais caro. Salões mais distantes estão sendo requisitados. Eles também são mais baratos”, diz. 

Mercado. A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos em Minas (Abeoc-MG), Mônica Monteiro, adianta que os empresários já estão se preparando para a nova demanda. Apesar de reconhecer o aumento na procura, ela diz que é cedo para mensurar de quanto será o acréscimo nos ganhos. “Temos que nos preparar porque, se isso não acontecer, não vamos ter estrutura para atender toda esse demanda”, afirma.”

5 Comentários

  1. Daniela Fausto de Vasconcelos disse:

    Olá, vou me casar em maio/2014. Estamos preparando tudo com antecedência, espero não encontrar nenhum problema grave por ser o ano da copa. Com certeza será um ano bem agitado, mas vai dar tudo certo. Muita sorte para todas nós noivas, que tenhamos um lindo e abençoado casamento.

  2. Larissa disse:

    Vou me casar em 12/04/14 e adiantei a data pelo fato da copa!!Já estou fechando meus contratos para n correr risco de n encontrar vaga.

  3. Bruna Isabela disse:

    Olá,

    Tmbém vou me casar em 2014, mas no final do ano e já tem alguns serviços indisponíveis, justamente em função da copa. Mesmo assim, estamos planejando tudo com antecedência.

    Obs: Eu e o meu noivo visitamos o site todos os dias!!!!! rsrsrs

    1. Bel disse:

      Ei Bruna!! Bom ter você e seu noivo por aqui!! Obrigada pelo carinho!!

  4. Lorena Morais disse:

    Ai gente… Vou me casar em 2014. Tudo indica que será em Fevereiro, pois é o nosso desejo.. Dependerá apenas da Igreja que só abre a agenda no início do ano que vem. Espero não ter muitos problemas! É engraçado quando dizemos que vamos nos casar em 2014, pois todos exclamam: No ano da copa! Ai dizemos: Sim, mas será antes! 2014 já virou sinônimo de Copa do Mundo no Brasil! Seremos sempre lembrados por isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *