Ideias para preparar um casamento sustentável

Uma grande (e justa, e louvável) preocupação dos dias de hoje é sobre o impacto social e ecológico causado por uma festa – particularmente as de casamento. As festas de casamento pensadas e realizadas de forma mais sustentável e com maior preocupação em reduzir os impactos socioambientais causados por elas são chamadas de ECOWEDDING’S.

Engana-se quem pensa que “Ecowedding” é apenas uma “modinha”. Na verdade, pode até ser somente isso para alguns, mas a ideia em profundidade nasce de uma consciência eco-planetária, de um cuidado com o nosso planeta e com os danos causados a ele – pois parte do pressuposto de que cada pequena ação praticada por cada um de nós gera um grande impacto futuro quando tomadas em conjunto.

Por isso, para colaborar com a promoção de um maior cuidado socioambiental, tentei listar as mais variadas e possíveis formas de diminuir esse impacto ecológico e realizar uma festa de casamento mais SUSTENTÁVEL.

casamento sustentavel ecologico

Foto: EcoWedding Photography

Claro que quase ninguém conseguiria seguir todas as dicas ao mesmo tempo (e pode ser até inviável para a maioria das pessoas), mas se cada um de nós escolher pelo menos uma possibilidade destas aqui listadas, já é um caminho para começarmos a promover maior sustentabilidade nas festas de casamento e cuidarmos com mais carinho da nossa casa, o nosso planeta. :)

Como este post se trata de uma listagem das mais variadas possibilidade de ações sustentáveis no seu casamento, as ideias aqui citadas passam por todos os âmbitos imagináveis que possam gerar impacto numa festa: os desperdícios, os gastos de energia, o lixo gerado, os fornecedores escolhidos, até a questão do consumo de alimentos e produtos produzidos com menor impacto ambiental, etc.

O objetivo, como já explicado, não é que todo mundo adote 100% das ideias listadas, mas de gerar consciência pra que cada um de nós passe a adotar pelo menos uma dessas medidas.

casamento sustentavel ecologico

Foto: KnotsVilla

Frufru

Os 3 R’s da sustentabilidade

Pra começar, quando se fala em realizar qualquer ação sustentável, devemos considerar os “3 R’s da Sustentabilidade”, que são as diretrizes práticas para gestão de resíduos, consumo consciente e desenvolvimento sustentável estabelecidos na Agenda 21 (o principal plano de ação da ONU resultado da conferência Rio-92).

Assim, quando for planejar uma festa de casamento sustentável, você pode levar em consideração esses três princípios para tudo que for pensar em consumir, realizar ou fechar negócio.

frufru

1- Reduzir

Lembre-se que consumir menos, ou deixar de consumir algo, causa menos impacto do que consumir e reciclar ou reutilizar aquilo depois. Então, o primeiro item a ser pensado é de REDUZIR o consumo e utilização das coisas. Planeje os gastos de seu casamento com precisão, de forma a evitar o maior número possível de desperdícios em todos os sentidos. Tente sempre optar também por produtos com menor potencial de virar lixo (mais duráveis). Reduzir é evitar e racionalizar.

2- Reutilizar

Tudo que for possível lavar e guardar para ser depois utilizado por você (ou mesmo doado para terceiros), da mesma forma ou de forma diferente da função original, sem ser descartado como lixo, é uma possibilidade de colocar em prática a segunda diretriz da sustentabilidade: reutilizar. Optar por produtos reciclados também é uma forma de colaborar com o ciclo da reutilização e do próximo item, a reciclagem.

casamento sustentavel decoracao

Foto: Great Wedding Finds

3- Reciclar

A reciclagem é a terceira diretriz, trata-se de transformação da matéria em uma nova matéria no ciclo de produção, envolvendo técnicas químicas específicas para isso, e é muito importante por impactar sobre os resíduos que você não vai conseguir reduzir nem reutilizar.

Para isso, você precisa conhecer como funciona a gestão de resíduos sólidos da região onde você vai realizar a sua festa. Procure saber se há cooperativas de reciclagem, se há coleta seletiva pela prefeitura, ou se você vai precisar levar tudo em determinado local indicado por eles.

Converse com o buffet e com todos os fornecedores presentes no dia sobre a colaboração para a coleta seletiva que você vai organizar. Peça para separarem o lixo orgânico dos resíduos recicláveis. Você pode também deixar esse convite de colaboração para os convidados de alguma forma (tanto para o dia da festa como nos itens que eles levarão para casa).

Procure também se informar sobre O QUE É e O QUE NÃO É reciclável (conhecer isso também ajuda na hora de pensar em reduzir e reutilizar – veja neste artigo algumas dicas.

casamento sustentavel decoracao

Foto: Style me Pretty

Frufru

ALGUMAS DICAS BÁSICAS PARA DIMINUIR O IMPACTO AMBIENTAL NO SEU CASAMENTO

Pensar em uma festa de casamento sustentável envolve planejamento, mas conhecer sobre o assunto e saber fazer escolhas certas já adianta muita coisa nesse processo.

Alguns pontos são básicos e fundamentais pra QUEM QUER seguir esse caminho:

  1. a) ESCOLHA BEM OS MATERIAIS E PRODUTOS

 

– DESCARTÁVEIS: Evite ao máximo materiais descartáveis!

– PLÁSTICOS: Evite consumir muito plástico (envolve grande impacto ambiental, inclusive no ciclo de produção) e materiais não recicláveis (como papéis celofane, carbono, envernizados, plastificados, parafinados e adesivados);

– LIXO: Diminua ao máximo a produção de lixo (real e potencial) gerado em seu casamento, antes (preparativos), durante e depois da festa;

– RECICLADOS E BIODEGRADÁVEIS: Dê preferências a materiais reciclados (por exemplo, papéis), ou recicláveis, ou de mais rápida decomposição ambiental (biodegradáveis);

– PENSE: Tudo que for escolher para comprar ou consumir, pense em qual foi ou será o impacto ambiental daquele produto;

casamento sustentavel

Foto: southern-weddings

frufru

  1. b) PRATIQUE O DESAPEGO (DE COISAS E IDEIAS)

 

– ESTILO: Verifique o que você faz ou não faz questão de haver no seu casamento, e aqueles pontos que não são fundamentais pra você podem ser adaptados a um estilo mais sustentável de casamento. Por exemplo, você quer e precisa ter uma grande festa?

Lembre-se que casamentos pequenos como brunch, mini wedding, bolo e champanhe ou elopement podem reduzir drasticamente o impacto ambiental em relação a uma festa para 500 convidados, ou um destination wedding, por exemplo.

Alguns estilos também combinam mais com um casamento ecológico e podem contribuir pra que ele seja ainda mais sustentável, como o casamento rústico e o casamento petfriendly (ser petfriendly também é ser ecofriendly!). Mas claro que tudo depende do seu planejamento – e da sua realidade.

– DIY: Você tem dotes artísticos ou artesanais? Aproveite-os! Se não tiver e se quiser/puder, aprenda e invista em “DIY” (Do It Yourself, ou Faça você mesmo), o que pode te fazer colocar em prática o “reduzir” e o “reutilizar” para vários itens do seu casamento: decoração, lembrancinhas, convites, buquê, detalhes… tudo depende das suas exigências e expectativas também, assim como de seu despojamento. ;)

Foto: Luna-and-Chloe-Weddings

Foto: Luna-and-Chloe-Weddings

– ENERGIA: Evite o excesso de consumo de eletricidade (muitas luzes ou ar condicionado, por exemplo) e, se possível, dê preferência à realização do casamento durante o dia e em local aberto e verde;

– FORNECEDORES: Valorize fornecedores locais (reduz impacto de transportes e fomenta economia local) e/ou ecofriendly (que, além de qualidade, demonstram essa preocupação sustentável e realizam ações práticas nesse sentido), dando preferência a eles na hora da contratação;

– SOCIAL: Você pode também reverter itens do seu casamento em dinheiro para causas sociais, de forma direta (como reverter a lista de presentes em doações) ou indireta (como vender um vestido de noiva para doar o dinheiro a uma entidade, por exemplo, ou doá-lo para leilão);

frufru

  1. c) NEUTRALIZE O IMPACTO GERADO

– PLANTE: Por último, uma forma interessante de reduzir ou neutralizar o impacto ambiental gerado pela festa como um todo (lixo, poluição sonora, poluição por emissão de carbono, etc) é plantando árvores.

Isso pode ser feito diretamente através do plantio em algum local escolhido por você, ou indiretamente através da doação a ONGs.

Existem calculadoras de CO2 online, que calculam a quantidade de carbono emitida por pessoa/família/casa (daí você pode substituir para calcular a quantidade emitida em sua festa) e, em decorrência disso, qual seria a quantidade de árvores que teriam de ser plantadas para neutralizar essa emissão de CO2. Segue três links de calculadoras de carbono e plantio de árvores que descobri pra vocês:

casamento sustentável

Foto: Professional-Celebrants

Frufru

Pensando a sustentabilidade em cada um dos ítens do casamento

Agora que você já conhece os pontos fundamentais necessários para fazer boas escolhas quando for realizar um Ecowedding, seguem algumas ideias para adaptar CADA UM DOS ITENS do seu casamento à pegada sustentável! (Escolha as ideias que você considerar viáveis e adequadas à sua realidade!)

  • Alianças

casamento sustentável

Foto: Nick Ray

Muita gente não sabe, mas a produção nova de uma pequena porção de ouro 18k para duas alianças envolve a geração de uma grande quantidade de resíduos nas minas. Segue algumas ideias alternativas possíveis para contornar esse problema:

– RECICLE: reciclar alianças ou joias já existentes (derreter o ouro) para fazer uma nova aliança. Os noivos podem eles mesmos fazerem suas próprias alianças também, de forma personalizada, utilizando ouro reciclado;

– REUTILIZE: utilizar alianças antigas, de segunda mão (vintage).

– SUBSTITUA: utilizar alianças de prata (a mineração da prata é menos agressiva que a do ouro).

frufru

  • Convites

casamento sustentável

Foto: Ileana Foster

A utilização e descarte contínuo de papel também gera um impacto ambiental. Apesar de sabermos que praticamente toda madeira extraída para produção de celulose atualmente provém de eucalipto de reflorestamento, a produção em si envolve muita química e energia, além de todo o transporte necessário.

Algumas ideias sustentáveis para seu convite, a fim de diminuir esse impacto:

SUBSTITUA

– Utilize papel reciclado;

– Utilize papel semente (o convidado pode plantar o convite depois, em vez de descartá-lo);

REAPROVEITE

– Indique ao convidado no próprio convite para descartá-lo de forma correta (coleta seletiva);

– Utiliza cartões de instituições sem fins lucrativos para fazer seu convite;

– Utilize cartões postais vintage para fazer seu convite;

CUIDADO COM O MATERIAL

– Não utilize papéis celofane, carbono, envernizados, parafinados, metalizados, adesivados ou plastificados (não são recicláveis);

– Utilize material ou uma forma de convite reaproveitável (como um convite em forma de marcador de livro);

– Utilize tintas orgânicas na impressão;

REDUZA O CONSUMO DE PAPEL

– Reduza o tamanho do convite, diminuindo a quantidade de papel gasto (se faltar espaço para muitas informações, coloque as adicionais num site, por exemplo);

– Em último caso, envie apenas um convite online.

frufru

  • Chás preparatórios e despedida de solteiro(a)  

Já que a ideia é reduzir o maior impacto possível, os chás que fazem parte dos preparativos do casamento (chá de panela, chá bar, chá de lingerie, etc), assim como as despedidas de solteiro(a), podem entrar na pegada sustentável também. Você pode seguir as mesmas dicas que já foram citadas anteriormente: pensar nos 3 R’s; pensar nos materiais e produtos; ser desapegado; etc.

Porém, tem uma dica muito legal que pode ser utilizada também pra quem não faz questão de realizar nada grandioso e pretende colocar em pratica a sustentabilidade social também:

– SUBSTITUA: A despedida de solteiro ou mesmo algum dos chás pode ser substituída(o) por um dia de voluntariado com os amigos (ou amigas). Que tal?

  • Lista de presentes

Separei duas dicas pra quem pretende expandir a prática do Ecowedding até mesmo para a lista de presentes:

– REDUZA: Pratique o consumo consciente, não peça supérfluos: peça somente o que estiver certa de que será usado, evitando consumismo e até desperdício e coisas que podem virar lixo;

– ESCOLHA: Dê preferência a materiais, marcas e produtos ecofriendly ou que tenham menor impacto ambiental na sua produção e na sua utilização (por exemplo: você sabia que as máquinas de cápsulas de café têm causado um grande impacto ambiental devido à poluição que as cápsulas vêm gerando no meio ambiente, visto que até há pouco tempo elas ainda não eram recicláveis?);

– DESAPEGUE: Para casais que já moram juntos há algum tempo ou já moram sozinhos e possuem a maioria dos itens de casamento: vocês podem praticar o desapego e, em vez de pedir coisas novas, pedir aos convidados que o dinheiro seja revertido em doação para uma ONG, por exemplo.

  • Trajes

Existem formas dos noivos praticarem a sustentabilidade também na hora de escolher os trajes! Segue três ideias:

– ESCOLHA OS MATERIAIS: Dê preferência a tecidos de fibras naturais ou algodão orgânico na hora de escolher trajes da noiva ou do noivo;

– REUTILIZE: alugue ou compre vestidos/ternos já usados (segunda mão) ou mesmo antigos (vintage).

– REDUZA: Evite consumir (principalmente se for produzir uma roupa nova) tecidos à base de poliéster, pois este tecido é gerado a partir do petróleo, um recurso que além de não ser renovável, emite gases poluentes durante sua extração. O impacto ambiental gerado pela produção do poliéster é bem grande.

casamento sustentável

Foto: Tavin Boutique

Vestidos de tecidos orgânicos

casamento sustentável

Foto: Adele Wechsler Eco-Couture Bridal Gowns

frufru

  • Maquiagem e cabelo

Quem quer fazer um ecoweedding também pode contribuir para a redução do impacto ambiental através de escolhas simples relacionadas à maquiagem e ao penteado:

ESCOLHA DE MATERIAIS

– Dê preferência a maquiadores e cabeleireiros que utilizem produtos naturais (de qualidade, claro);

– Utilize produtos (maquiagem e cabelo) orgânicos, naturais e não testados em animais.

Maquiagem natural, orgânica e vegana

casamento sustentável

Foto: Silverfox Wedding para Eco make up-artist

frufru

  • Local da festa

Existem ótimas dicas que envolvem a escolha do local da festa e que podem contribuir para reduzir impactos ambientais na festa de casamento, tornando-a mais sustentável:

Casamento ao ar livre de dia em local pertencente a organização sem fins lucrativos.

casamento sustentável

Foto: Matheus Koelho

REDUZA

– Se você não faz questão de se casar em uma igreja ou templo, a celebração e a festa podem acontecer no mesmo local, sem que o convidado precise se deslocar (reduzindo assim a quantidade de emissão de carbono);

– Se você quer se casar em igreja e faz questão, procure por salões de festa situados perto da igreja escolhida (ou escolha igrejas perto do salão de festas escolhido), evitando assim a emissão de uma quantidade muito grande de carbono no deslocamento dos convidados;

– Pra quem tem essa condição, um mini wedding na própria casa da família é uma forma de reduzir gastos e praticar consumo consciente, além de carregar um significado todo especial;

– Escolha um ambiente ao ar livre – um local verde, fresco e com boa iluminação natural. Assim, ao realizar o casamento durante o dia, você pode economizar com decoração e racionalizar o gasto com energia elétrica, reduzindo os impactos desses itens também.

FOMENTE SOLIDARIEDADE

-Outra forma de praticar consumo consciente é escolher um espaço que será beneficiado pelo evento: galeria de arte, museus, ou até mesmo uma associação ou instituição solidária/cultural sem fins lucrativos, por exemplo.

– Fomente e incentive a carona entre seus convidados. Você pode sugerir essa ideia no site do casamento ou no próprio convite;

frufru

  • BUFFET

Frutos da estação orgânicos em sacos de estopa

casamento sustentável

Foto: Brides

Na hora de contratar o seu buffet, você pode pensar em algumas dicas estratégicas que também podem inseri-lo no ecowedding:

RECICLE

– Se você for fazer coleta seletiva na festa, converse com seu buffet – garçons, limpeza e cozinheiros – sobre a possibilidade de deixar lixos seletivos na cozinha e no salão, em sacos biodegradáveis, e veja se tem como toda a equipe colaborar junto. Peça-lhes para separarem o lixo orgânico também;

– Veja a possibilidade até de transformar algum lixo orgânico em adubo, através da adoção de uma composteira, por exemplo;

REDUZA

– Converse também sobre o seu projeto de ecowedding como um todo e peça-lhes para evitar o máximo de desperdício na cozinha, assim como não usar materiais descartáveis;

– Reduza o número de descartáveis, como: os guardanapos (substitua pelos de pano: apesar da água que é necessária pra limpá-los depois, o impacto disso é bem menor do que de um guardanapo de papel sujo que simplesmente vira lixo não-reciclável depois); as forminhas de doces (os doces podem ir diretamente nas bandejas ou vasilhas sem forminhas, ou dispostos na mesa em colherzinhas de louça, metal ou madeira, como numa foto aqui abaixo);

– Até mesmo o uso de louça pode ser racionalizado e evitado gastos de muita água para a limpeza de louça usada excessivamente, por exemplo: uma ideia é fornecer o número exato de copos ou canecas duráveis com nomes dos seus convidados, a fim de que eles usem aquele copo durante toda a festa e ainda podem levar pra casa de lembrança (veja foto abaixo);

Reduzir o consumo de carne no seu casamento também é uma dica de sustentabilidade, já que a produção de carne envolve grande impacto ambiental, com muito gasto de água, energia e emissão de carbono. Veja no blog dois casamentos que tiveram buffet vegetariano ou vegano:

– Outra forma de reduzir o impacto é dar preferência a frutos da estação e à produção local de alimentos (além de fomentar a economia local, também evita embalagens e transportes desnecessários), assim como de alimentos orgânicos (evita o consumo de agrotóxicos – que são extremamente poluentes). Converse sobre essas possibilidades com seu buffet também.

EVITE DESPERDÍCIO

Planeje com PRECISÃO a quantidade de comida e bebida que será necessária ao número de convidados que você pensa em receber, para não haver desperdício (nem de alimentos nem de embalagens). Leve em consideração a quebra de convidados e dicas sobre o assunto. Existem aplicativos nessa área que podem ajudar;

– Uma ideia boa (também como lembrancinha) é dispor de saquinhos de papel reciclado na saída da festa, com um convite para os convidados levarem sobras para casa (evite embalagens de plástico);

– Você pode também doar as sobras do buffet para alguma instituição de caridade (converse sobre essa possibilidade com seu buffet);

Docinhos sem forminhas dispostos na mesa

casamento sustentável

Foto: Hugo Ruax

Saquinhos para convidados levarem doces e salgados para casa evitando o desperdício.

casamento sustentável

Foto: Jacke Linikil

Copos com nomes dos convidados para ser usado durante a festa e evitar descartes, desperdícios e ainda levar pra casa de lembrança.

casamento sustentável

Foto: Colie Cowie Weddings

 

frufru

  • Decoração 

Decoração com vasos plantados de plantas medicinais.

casamento sustentável

Foto: Dani Ferrari

A decoração também é um dos principais itens no qual você pode adaptar práticas sustentáveis para o seu ecowedding. Segue algumas dicas:

SUBSTITUA

– Substitua arranjos de flores avulsas da decoração (que seriam jogadas fora depois) por vasos plantados. Você pode deixar os vasos dispostos nas mesas dos convidados e um convite para que os convidados levem os vasos pra casa como lembrança. Algumas pessoas gostam também de utilizar temperos e plantas medicinais;

– Utilize flores de época;

– Utilize flores secas. Além de serem reaproveitadas, também fazem arranjos bonitos;

– Dê preferência a materiais naturais no mobiliário e na decoração;

– Se for utilizar luzes, dê preferência a lâmpadas de LED, que economizam muito mais energia;

– Se for utilizar velas, dê preferência às velas recicladas feitas com cera de abelha (que é natural) em vez das de parafina (que é produto deriavado do petróleo, recurso não renovável e de grande impacto). Além disso, dê preferência a pequenos produtores locais e artesanais;

– Como nada é regra no casamento, e se você não fizer questão, você pode também abrir mão das flores e utilizar outras formas de decoração mais durável. Por exemplo, se ia utilizar garrafas com flores na decoração, que tal substituir as flores por pauzinhos aromáticos, flores de tecido ou pano, etc, tudo isso que os convidados podem também levar pra casa para decorá-la de forma perene?

– Como já foi falado anteriormente, evite o uso guardanapos de papel (que não são recicláveis) e substitua por guardanapos de pano, que além de tudo ainda são mais charmosos na decoração;

REDUZA

– Evite descartáveis;

– Evite decoração que vá produzir muito lixo, como muito papel e plástico que não será reaproveitado, assim como o excesso de lixo orgânico gerado por flores naturais avulsas;

– Dê preferência a materiais duráveis e que não vão para o lixo depois (porta-retratos, vidros, vasos, quadros, itens alugados)

– Coloque seus dotes artesanais em ação, diminua o consumo e abuse do DIY (Do it Yourself – Faça você mesmo) que podem servir de lembranças também;

REUTILIZE

– Utilize objetos vintage duráveis na decoração;

– As partes da decoração que não são alugadas ou que você não vai levar pra casa, tente recicá-las ou dar de presente para seus convidados. Por exemplo: quem vai guardar 50 garrafinhas de vidro em casa? Cada convidados pode levar uma para decorar sua casa!

– Se fizer questão das flores avulsas, veja formas para que elas sejam reaproveitadas pelo maior tempo possível, como através de doações a entidades beneficentes (para alegrar o dia de pessoas carentes com um bonito arranjo) ou mesmo através da reciclagem orgânica. Cada convidado também pode levar um pouco dos arranjos para casa, a fim de decorá-la. Outra ideia é desidratar as flores depois, e reaproveitá-las em arranjos mais perenes (existem fornecedores que utilizam a técnica de desidratação das flores do buquê pra que as noivas possam guardá-lo em um quadro e decorar a casa. É lindo e uma gostosa lembrança do seu dia!).

Decoração com flores desidratadas e livro:

casamento sustentável

Foto: Open the door events

Decoração com potinhos DIY e guardanapo de pano:

casamento sustentável

Foto: Martha Stewar Weddings

Decoração com garrafas e livros que os convidados podem levar pra casa:

casamento sustentável

Foto: Ludmila Loureiro

Buquê de noiva guardado com técnica exsidata (prensado):

casamento sustentável

Buquê de noiva desidratado com formato das flores preservado:

imagem-buque-desidratado

frufru

  • Lembrancinhas

Mini vasinhos de flores:

casamento sustentável

Foto: Intimate Weddings

Acredito que as lembrancinhas são os itens mais fáceis itens a serem adaptados para quem pretende fazer um ecowedding, pois hoje em dia existem várias opções de lembrancinhas ecológicas. Seguem algumas ideias:

SUBSTITUA E REDUZA

– Dê preferência a lembrancinhas que não possam ser jogadas fora ou que não virem lixo imediato;

– Evite plásticos e se for necessário utilizar papel, dê preferência aos reciclados ou ao papel semente;

– Para lembrancinhas comestíveis, dê preferência a produtos e alimentos orgânicos, de pequenos produtores, de produção familiar/artesanal e de economia local – menor impacto ambiental em sua produção;

– Em vez de oferecer uma lembrancinha de casamento, você pode utilizar esse dinheiro para fazer um donativo a uma instituição sem fins lucrativos em nome de cada convidado, e deixar na saída da festa apenas um quadro avisando sobre isso!

– Dê preferência a materiais recicláveis. Evite celofane, carbono, papéis metalizados, envernizados, plastificados e adesivados, e os guardanapos, pois não são recicláveis.

RECADINHOS AOS CONVIDADOS

– Evite dar “bibelôs” inúteis de presente, alguns convidados guardam mas muitos jogam fora e eles viram lixo. Se não for possível evitar, mande um recadinho junto, para que os convidados descartem o lixo de forma correta;

– Aliás, esse recadinho sobre o descarte correto (ou reutilização) dos descartáveis da sua lembrancinha pode ser enviado junto em qualquer escolha de lembrança!

ALGUMAS IDEIAS CRIATIVAS DE LEMBRANCINHAS SUSTENTÁVEIS:

– Copos que os convidados podem utilizar na festa para tomar suas bebidas e levar para casa;

– Saquinhos reciclados com comidinhas para o café da manhã;

– Saquinhos para os convidados levarem sobras do buffet para casa;

– Caixinhas de papel semente com bem-casados;

– Kits de plantio de temperos ou ervinhas medicinais;

– Ecobags (capriche no desenho da ecobag, pra que realmente seja um item funcional!)

– Sementes de amor-perfeito para serem plantadas;

– Potinhos de geleia ou doce de origem orgânica e artesanal;

– A própria decoração do salão e dos centros de mesa (garrafinhas com flores, vasos plantados, livros, pequenos arranjos, aromatizadores, etc).

Saqiunhos reciclados com frutos ou doces:

casamento sustentável

Foto: Ruffled

Vasinho para plantar e sementes:

casamento sustentável

Foto: Simply Susteinable

Lembrancinha de produtos comestíveis orgânicos, de produção local e artesanal:

casamento sustentável

Foto: Nick Ray

casamento sustentável

frufru

 

  • Detalhes

Existe uma variedade infinita de detalhes no casamento que geralmente viram lixo depois: plaquinhas de banheiro, plaquinhas de pista de dança, mimos, etc.

Se quiser realmente utilizá-las e ao mesmo tempo fazer um casamento ecowedding, tente pensar em alternativas que diminuam o impacto ambiental! Segue algumas ideias:

REDUZA

– Se possível, evite muitos mimos que viram lixo. Se não for possível evitar, escolha materiais biodegradáveis, reciclados ou recicláveis (informe sempre sobre o descarte correto), ou mesmo reutilizáveis.

– Evite a utilização de muito plástico!

– Evite jogar arroz. Muitos passarinhos gostam de comer e morrem engasgados. É sério!

– Evite soltar balões, que cairão onde você não tem controle e poluem o meio ambiente. Se quiser mesmo usá-los, peça para os convidados segurem (para fazer fotos bonitas) e depois faça o descarte corretamente;

– Evite papel picado. Dificilmente consegue-se fazer a reciclagem desses papéis. Se for usá-los, peça para a sua equipe recolher o lixo após a cerimônia e fazer o descarte corretamente;

– Se for usar sparkles, informe sobre o descarte correto (eles podem ser reciclados);

– Desapegue de ideias pré-concebidas!

IDEIAS DE MIMOS MAIS SUSTENTÁVEIS

Topo de bolo: alguns conseguem abrir mão desse item. Se for muito importante para você, incentive produtores pequenos e artesanais da própria região. Opte por topos de bolo que podem virar decoração da sua casa depois;

Plaquinhas: Evite lixo! Se forem de madeira, doe a outras noivas. Se forem de papel, faça o descarte seletivo corretamente ou opte na hora da produção por material reciclado ou papel semente;

Saída da festa: uma ideia mais ecológica que balões, arroz ou papel picado é jogar pétalas ou picar folhas caídas de árvores como confetes (como na foto abaixo), principalmente pra celebrações em gramas e ao ar livre, pois elas podem ser deixadas ali mesmo, junto ao chão e à grama, sem perigo de poluição!

Outra ideia para casamentos ao ar livre é jogar sementes orgânicas comestíveis para os passarinhos! Além de não ter perigo para os mesmos, elas serão recolhidas naturalmente por esses animais na natureza, novamente sem perigo de poluir o ambiente. :)

Para jogar nos noivos: confetes feitos de FOLHAS de árvores – impacto zero:

casamento sustentável

Foto: Little Green Events

Para jogar nos noivos: sementinhas que os passarinhos podem comer:

casamento sustentável

Foto: Birdseed- Shea Cristine Photography

frufru

  • Álbum de casamento

Sim, o álbum de casamento também pode ser um aliado quando for pensar em casamento ecológico. Por exemplo, uma forma de reduzir a utilização de papel é tornando o álbum de casamento menor e mais básico. Desta forma, em vez de fazer um álbum gigante com muitas páginas e muitas fotos, deixe o álbum apenas para as fotos principais, e o restante das fotos podem ficar guardadas em arquivo digital!

Quem é muito, mas muito desapegado mesmo, consegue até dispensar o álbum e ficar apenas com os arquivos digitais dos registros do casamento.

Converse com seu fotógrafo, fale de seu planejamento, de seus conceitos, e veja se ele tem outras ideias que também podem ser adequadas aos seus ideais de sustentabilidade. :)

  • Lua de mel

Há quem leve tão a sério a proposta do ecowedding que quer transformar até mesmo a sua lua de mel em uma viagem mais sustentável! Assim, seguem algumas ideias:

– Faça ecoturismo!

– Escolha resorts ecofriendly;

– Escolha um destino low cost;

– Escolha um destino mais perto de onde você vai se casar, ou substitua a viagem internacional por uma nacional;

– Faça uma viagem humanitária;

– Tenha sempre em mente que, onde quer que você esteja, respeite a natureza local, não polua o ambiente e não pegue materiais naturais da região para levar para casa.

Frufru

Por último: um cuidado a se ter ao realizar um casamento sustentável

Algumas ideias aqui podem parecer “absurdas” para algumas pessoas, principalmente alguns fornecedores do ramo, mas lembrem-se do que eu disse no início do post: o verdadeiro objetivo da promoção de uma consciência ambiental é reduzir impacto ecológico e promover sustentabilidade em PEQUENAS ATITUDES DIÁRIAS.

No caso das festas, isso se traduz até mesmo nas menores e aparentemente mais irrelevantes escolhas. Porém, cada casal que QUER fazer seu ecowedding é livre para adaptar as ideias sugeridas às suas necessidades. ;)

A sustentabilidade, além de implicar desapego, despojamento, redução de lixo, reutilização e reciclagem, muitas vezes também pode significar economia. Porém, é sempre bom ter em mente que economia não pode ser “à base da porcaria!”, pois esse tipo de “barato” pode sair muito mais caro.

Procure sempre conciliar a sustentabilidade à QUALIDADE dos fornecedores e produtos que você escolher. Não adianta ser sustentável nesse momento, mas depois precisar gastar mais e causar mais impacto tentando consertar aquilo que ficou ruim.

Um beijo e boas escolhas!

FrufruVeja posts de ecoweddings reais:

casamento sustentável

Foto: Sewing for the soil

1 Comentário

  1. Fui num casamento sustentável (os noivos são biólogos) e o convite era de papel semente. Depois, ao invés de jogar no lixo, era só plantar e virava um pézinho de manjericão. Achei legal demais!!! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *