Sexualidade ou Sexo?

Ninguém duvida de que esse seja um assunto de grande importância num relacionamento.

Aceitamos, então, o convite da psicóloga Cíntia Pereira para falar um pouquinho para vocês. Sexualidade é o mesmo que sexo? Quais são as sutilezas dessa diferença?

Frufru

“É interessante pensar que muitas pessoas, no século XXI, não sabem o que significa sexualidade. Mas isso, não quer dizer que, elas estão erradas ou até mesmo atrasadas por não saberem de um conceito tão pouco discutido socialmente e na literatura. Até mesmo porque, elas acreditam que ao falar sobre sexualidade estão falando sobre sexo, que é um tema bastante visto na televisão e jornais e debatido entre a população. Precisamos então, desmistificar o conceito sexualidade e sexo, assim como, a pornografia, a fantasia sexual, o orgasmo, etc.

Acreditem, pois “Sexualidade não é Sexo!”.

Mas afinal, o que é sexualidade? Em uma breve explicação, podemos dizer que, a palavra sexo é usada para se referir aos órgãos sexuais (genitais) e à relação sexual (os atos físicos e psíquicos); enquanto a sexualidade é um termo abrangente que engloba inúmeros fatores, como a identidade sexual, o envolvimento afetivo, a auto-estima, o prazer, a sensualidade, o sexo, entre outros fatores.

A Sexualidade se define pela busca de prazeres, não apenas sexuais. Isso quer dizer que a partir do tema sexualidade, podemos discutir diversos assuntos e conceitos ligados ao universo dos prazeres, como por exemplo: tomar um bom vinho ou sentir-se atraente em um belo vestido, e ainda, ficar excitado durante as preliminares ou ter um orgasmo.

Nas conversas entre amigos, parceiros amorosos e familiares, o assunto sexualidade é discutido facilmente, mesmo não entendendo muito bem o que este conceito significa. Porém quando o assunto é sexo, as pessoas têm maior dificuldade, vergonha ou mesmo preconceito (e claro surgem bastantes risadas e piadas!) criando barreiras para se esquivarem do assunto. A partir daí, criamos muitas dúvidas e pré-conceitos sobre determinadas condutas e comportamentos sexuais nossos e de outras pessoas.

Ter uma vida sexual saudável e prazerosa é muito importante na vida de um casal. Tão importante quanto ter uma festa de casamento, um carro, um emprego, um filho, etc. Falar de sexo é falar de saúde e prazer! Não quer dizer que você precise contar pra todo mundo como está boa ou ruim sua intimidade com seu parceiro(a), mas sim conhecer, tirar dúvidas, ajudar ao próximo e aprender novas formar de sentir prazer e ser feliz.

Frufru

Sobre a especialista

Cintia Pereira é Psicóloga e pós-graduada em Terapia Comportamental pela PUC (MG), especializada em Terapia Sexual/ Sexologia Clínica (Hosp. Mater Dei). Atua no atendimento de casais com dificuldades afetivas e sexuais no relacionamento, desde orientação e educação sexual até tratamentos de disfunções (disfunção erétil, desejo sexual hipoativo, ejaculação precoce, etc.) A harmonia entre a vida amorosa e sexual de um casal está relacionada a diversas características, como a auto-estima, auto-confiança, auto-conhecimento, diálogo entre o casal, entre outros fatores. Com uma nova proposta, fora do consultório, a Psicóloga resolveu ministrar palestras/discussões para pequenos grupos de mulheres com o intuito de discutir sobre questões da sexualidade. Estes pequenos grupos são organizados por noivas ou mulheres casadas que queriam fazer uma Reunião Sensual ou um Chá de Lingerie e convidar uma especialista em Sexologia.

Para informações:

Cintia Pereira

Psicóloga

Sexóloga Clínica

Analista do Comportamento

(31) 9813-0785

cintiappsicologia@gmail.com”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *